Maisumamãe
 

24 Fevereiro 2015

Gomas de ananás e morango (sem adição de açúcar) – versão bimby

 

Ingredientes

200g de água

1 c.chá de agar agar (ou 20g de gelatina neutra, ou 6 folhas de gelatina)

1 pacote de gelatina de sabor (85g em média) - parece-me que a royal tem um sabor mais intenso

 

Mãos à obra:

1) Colocar no copo da bimby a água e o agar agar

2) Programar 5min/100º/vel2

3) Juntar a gelatina de sabor e misturar 10seg/vel 3. Colocar primeiro na vel 2 e aos 5 segundos na vel 3. Faço-o progressivamente para não criar muitas bolhas

4) Programar 5min/100º/vel2

5) Colocar em moldes de silicone e levar ao frigorífico. Normalmente deixo de um dia para o outro, mas a partir de cerca de 5h já costuma estar bom. Com o agar agar solidifica mais rápido do que se for com as outras gelatinas

6) Retirar das formas guardar num frasco de vidro ou tupperware

Coloco as gomas no frigorífico para durarem mais tempo. Não sei bem quanto duram porque são consumidas num instante! Sei que se ficarem fora do frigorífico, duram apenas uma semana.

 

CIMG0035 (2).JPG

 

Gomas sem açúcar (3).JPG

 

Gomas sem açúcar (6).JPG

 

Para fazer os chupas é precisamente a mesma coisa, tenho é uns moldes de silicone próprios que têm o espaço para se colocar o pauzinho.

 

CIMG0027 (2).JPG

 

Gomas (sem adição de açúcar)* – versão tachinho!

 

Ingredientes

300 ml de água

1 c.chá de agar agar (ou 20g de gelatina neutra, ou 6 folhas de gelatina)

2 pacotes de gelatina de sabor (85g em média)

 

 Mãos à obra:

1) Colocar num tacho a água e as gelatinas

2) Levar ao lume, mexendo bem para não pegar e aguardar que levante fervura.

3)Baixar o lume e deixar durante 2 minutos, antes de desligar.

4) Colocar em moldes de silicone e levar ao frigorífico, 12h a 24h

5) Retirar das formas e guardar num frasco de vidro ou tupperware

 

O agar agar é extraído de uma alga que tem propriedade gelificantes. Encontra-se à venda nos hipermercados junto dos produtos macrobióticos. A gelatina em pó neutra também se vende nos hipermercados, juntos dos produtos para bolos.

 

CIMG0024 (2).JPG

 

CIMG0025 (2).JPG

 

Para fazer uma gelatina vegan, pode-se fazer com agar agar e em vez de utilizar a gelatina de sabor do pacote, utiliza-se fruta, por exemplo morangos. Ainda não experimentei, mas quando o fizer conto como foi.

 

Acho importante tentar “educar” a alimentação das nossas crianças desde cedo. Não de uma forma impositiva pois considero que assim poderá ter piores repercussões mais tarde nos seus hábitos alimentares, mas de uma forma atenta. Na altura em que a opção for apenas deles, podem optar por algo mais saudável, ou não. Isso não sabemos. No entanto acredito que oferecendo comida mais saudável aos filhos enquanto pequenos (enquanto somos nós a dar-lhe comida) podemos contribuir para uma melhor escolha pessoal mais tarde. Assim podemos dar umas gomas às nossas crianças mais descansados, sem receio dos açúcares. Claro que não tem o mesmo sabor das gomas tradicionais e para guloso-dependentes-de-gomas, pode ser uma desilusão. Mas são bem boas e comem-se bem.

 

*Receita adaptada do blog - receitascozinhasaudavel


13 Fevereiro 2015

Compota de abacate (versão bimby)

 

Ingredientes

500g de abacate

2 paus de canela

Pozinhos de perlimpimpim de canela a gosto

100g de açúcar mascavado

 

Mãos à obra:

1) Colocar o abacate, o açúcar e a canela no copo

2) Programar 30min/varoma/vel colher inversa

3) Retirar os paus de canela e programar 15/20 seg/vel 6

4) Deitar logo de seguida em frascos escaldados e fechar de imediato para criar vácuo.  

 

Algumas das dicas que indiquei para a compota de abóbora, são válidas para esta:

- Ir progressivamente até à vel 6

- Quando terminar aguardar cerca de 3 segundos antes de abrir a tampa

- Virar os frascos ao contrário até arrefecerem

- Colocar no frigorífico para se aguentarem mais tempo.

 

Costumo ter alguns abacates que vêm do Tramagal e fazer compota é uma boa opção para que não se estraguem.

Gosto imenso de abacate. Faz-me lembrar outros tempos em que esmagava o abacate numa taça, colocava uma quantidade generosa de açúcar branquinho e aguardava que começasse a fazer calda!! Aprendi com uma tia minha, que grande bombinha! Apesar de ser uma fruta bastante calórica, quando consumido de forma moderada traz benefícios pois é rico em gordura saudável, como o ómega 3.

 

Doce abacate

 

Doce abacate (4)

 

publicado por maisumamae às 11:24

12 Fevereiro 2015

Compota de abóbora com nozes (versão adaptada do Livro Base da Bimby)

 

Ingredientes

1000g de abóbora cortada em pedaços pequenos

150g de açúcar mascavado

Sumo de 1 laranja

1 pau de canela

Pozinhos de perlimpimpim de canela a gosto

150g de nozes

 

Mãos à obra:

1) Colocar no copo 500g de abóbora e triturar 15 seg/vel 6. Repetir o processo para as restantes 500g. O facto de a abóbora ficar toda bem triturada, faz a compota. Se ficasse com pequenos pedaços seria geleia.

2) Adicionar o açúcar mascavado, o sumo de laranja, o pau de canela, a canela em pó a gosto e programar 35 min/100º/vel 1. Substituir o copo de medida pelo cesto de modo a evitar os salpicos.

Adoro canela pelo que além do pau de canela pumba, ainda acrescentei mais canela em pó. Fica bem saboroso, mas também porque a canela ajuda a conservar a compota por mais tempo. A conserva costuma ser uma das funções do açúcar, mas a canela além de dar sabor, permite retardar o aparecimento de fungos (bolor), pois é um conservante alimentar natural.

3) Retirar o pau de canela, programar 15 seg e ir progressivamente até à vel 6. É muito importante que seja feito progressivamente e quando terminar aguardar cerca de 3 segundos antes de abrir a tampa. Tal vai permitir a estabilização e evita o perigo dos salpicos!

4) Adicionar as nozes partidas em pedaços pequenos e envolver bem com a espátula. As nozes partidas além de sabor, também vão ajudar a que a compota fique mais consistente.

5) Deitar logo de seguida em frascos escaldados e fechar de imediato para criar vácuo. Também os viro ao contrário e assim ficam até arrefecer. Depois coloco no frigorífico para se aguentarem mais tempo.

 

No fim do tempo se a compota não tiver a consistência desejada, programar mais 5 min/varoma/vel 1, sem o copo de medida, mas com o cesto, devido aos salpicos.

Neste caso como tem uma quantidade de açúcar bastante reduzida, pode ficar um pouco menos consistente. Outra função do açúcar é dar consistência, pois é espessante. Pessoalmente prefiro assim, menos consistente mas com menos índice glicémico!

 

Há substitutos do açúcar para as compotas, como a stevia ou a pectina mas desses falamos em próximos posts!

publicado por maisumamae às 13:30

11 Fevereiro 2015

Bolo de Iogurte

 

Ingredientes

1 iogurte natural sem açúcar (pode ser um iogurte caseiro)

3 medidas de farinha integral

½ medida de azeite

1 medida de açúcar mascavado (por não ser refinado, é uma das minhas opções quando preciso de açúcar)

5 ovos

1 c. chá de fermento

Nota: 1 medida corresponde a 1 copo do iogurte utilizado

 

Mãos à obra:

1) Bater as claras em castelo, com metade da medida do açúcar

2) Bater as gemas com a outra metade do açúcar. Esta é a fase em que gosto que a batedeira trabalhe bem!

3) Em seguida juntar os restantes ingredientes e misturar bem. Gosto de misturar muito bem a massa do bolo de modo a ficar bem homogéneo. Porquê? Porque fica mais fofo e coze melhor!

4) Juntar as claras batidas em castelo. Agora, mexer com a colher para não quebrar. Mexendo com a colher nesta fase, a massa fica mais leve e fofa

5) Colocar a massa numa forma untada com azeite e polvilhada com farinha

6) Colocar no forno pré-aquecido a 180º , 20 a 30 minutos. Após cerca de 20 minutos já pode abrir o forno para ver se está bom, costumo espetar um palito no meio. Se vier pegado ainda precisa de mais um pouco, se sair limpinho está pronto.

 

A expert neste bolo é a minha cunhadita, aliás foi ela quem me deu a receita e eu adaptei-a. Ficou para lá de saboroso, apesar de ter aquele “vesúvio” de um dos lados. Penso que foi devido à temperatura do forno, em média é a 180º mas varia conforme os fornos, talvez no meu terá que ser a 190º. Os bolos querem temperaturas quentinhas.

Este foi o bolo que levámos para a Ama, para cantar os Parabéns com os coleguinhas. A Gaby adora! Na verdade no que toca a comida ela adora muita coisa, mas este especialmente.

 

Bolo de iogurte

 

Às quartas-feiras o lanche na Ama costuma ser pão. As outras crianças levam pão, no entanto muitas vezes levam bolo. Claro que a Gaby vê e também quer, então a ideia de alternar o pão com uma fatia deste bolo é uma solução. Tento sempre enviar-lhe um lanche mais saudável, mas de alguma forma parecido com o lanche das outras crianças de modo a diminuir ou dissuadir diferenças.

 

Amanhã temos outra receita!


10 Fevereiro 2015

Finalmente chegam algumas das receitas que fiz na festa de aniversário da Gaby. Estas bolachinhas são óptimas para dar às crianças e ficaram muito saborosas!

 

Bolachas de limão com sementes de chia (versão bimby)

 

Ingredientes

250 g. de farinha integral

2 c.sopa de geleia de agave

50 g. de azeite

1/2 c.sopa de sementes de chia

1 ovo

1 c.chá de fermento

Sumo e raspa de 2 limões

 

Mãos-à-obra:

1) Colocar no copo todos os ingredientes e programar 15 seg./Vel.6

2) Estender a massa numa base polvilhada com farinha, estendi no meu balcão da cozinha

3) Colocar as formas de modo a cortar bolachas e colocá-las num tabuleiro untado com azeite e farinha

4) Colocar no forno, pré aquecido a 180º, cerca de 20 minutos

5) Após retirar, ainda quentinhos pincelar com geleia de agave.

 

A receita foi inspirada nos Biscoitos da Olinda do Livro Base da Bimby, depois dei-lhe o meu toque saudável!

 

Biscoitos limão e chia

 

Formas

 

Formas

 

Geleia de Agave e Farinha integral

 

Sementes chia

 


Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

8 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO