Maisumamãe
 

30 Outubro 2014

Este Verão andámos imenso de bicicleta, filha, mãe e pai adoram! Assim que percebe que vamos andar de bicicleta vai a correr buscar o capacete. “Xete, xeteee”!

 

Cá por Portugal a cultura da bicicleta ainda não é uma realidade muito presente em comparação a outros países europeus por exemplo (embora já veja mudanças), desta forma os cuidados do condutor devem ser redobrados. Os nossos automobilistas regra geral, ainda não estão sensibilizados para as bicicletas, muito menos bicicletas que transportem bebés. Assim, andamos sempre em locais à partida mais seguros, como ciclovias e paredões. Costumamos ir andar para a Mata da Fonteireira em Belas, pertinho de casa, que vai até aos campos de golf, do Belas Clube de Campo. Outros locais óptimos para andar e alguns já experimentados:

Cascais – Na ciclovia do Guincho até ao centro de Cascais

Lisboa – Na ciclovia conseguimos ir de Benfica até Belém (Sim, Lisboa vai estando mais ciclável)

Parque das Nações - Do melhor!

Sintra –  Embora haja muitos percursos nas zonas de falésias, também há percursos mais tranquilos e fáceis

 

Eu ainda tenho receio de a levar na minha bicicleta, pelo que até agora tem ido sempre com o pai, tenho medo de mandar um trambolhão e vou eu e a miúda ribanceira abaixo!

 

Quanto ao tipo de cadeiras: Há a opção daquelas cadeirinhas com atrelados, que me pareceu mais fácil de andar, dava-me a sensação que se eu caísse, a queda seria mais baixinha para ela.

 

Atrelado

 

As cadeirinhas de frente parecem-me as preferidas da criançada, pois conseguem observar tudo em pleno. Eu pessoalmente parece-me que também a preferia à frente, para poder vê-la. Ainda a perco e não dou conta, ou vai com o capacete a tapar-lhe a cara, ou vai a dormir e não dou conta…mas na verdade não dá muito jeito para andar. E a segurança passa muito pela segurança do condutor. Ou seja este tem que estar confortável, ter destreza e hábito a andar. Assim a opção cadeirinha atrás, parece-me mais viável. E a opção, ainda ser o David a conduzir também me parece a mais viável, vou treinar a destreza, depois pego na Gaby e lá vou eu... lá vou eu (lá vamos nós)!

 

Frente

Bike_Traseira

 

 

Comprámos uma cadeirinha em segunda mão no OLX, da Hammax. Os preços que encontrei para cadeirinhas novas, foram entre os 40€ e os 70€, pelo que se encontrarem uma em boas condições em segunda mão, vale a pena! Pessoalmente penso que o facto de ser em segunda mão, não lhe retira a segurança, é necessário é ver se a cadeirinha está em condições, é segura e se está homologada.

 

A idade ideal para começar a andar

Das informações recolhidas, retive algumas: quando o bebé já segura a cabecinha, a partir de 1 ano, o bom senso, a partir dos 9 kg… por aqui começámos a andar, a Gaby tinha cerca de 9 meses, penso.

  

Sempre sem descurar as regras de segurança, algumas dicas:

- Cadeira de marca certificada/homologada

- Criança e condutor da bicicleta sempre com capacete (segundo o novo código da estrada a utilização de capacetes em bebés em cadeirinhas de bicicleta não é obrigatório, mas se a segurança está acima de tudo claro que utilizamos, nem me faz sentido de outra forma)

- Percursos com solo a direito e circular com pouca velocidade

- A bicicleta fica mais pesada e menos estável com o bebé, pelo que o condutor deve ter alguma destreza

 

Se a segurança e o bom senso fizerem parte dos passeios de bicicleta com as crianças, penso que não será uma actividade perigosa, mas sim um momento de lazer super agradável e saudável para todos!

 

Bicicleta

 

Bike

 

Bike2

 

 Fotos de: Maisumamãe, Gobybike e Polisport

publicado por maisumamae às 23:40

Que maravilha!
A ideia de pedalar com a Carol ainda me assusta mas quero, sem dúvida, levá-la um dia a passear de bicicleta!
Sara Santana a 31 de Outubro de 2014 às 12:42

Faz isso Sara! Agora só quando vier o bom tempo e nessa altura ela já estará maior!
maisumamae a 10 de Novembro de 2014 às 15:28

Espectáculo! Também sou fã destes passeios de bicileta e concordo com a questão da segurança. Nestas zonas nunca andei... há 10 anos atrás, quando comprámos a nossa cadeirinha para a mais velha, não era muito seguro andar perto de onde morámos e carregar bicilletas no carro em busca de um lugar mais tranquilo, retirava o objectivo e a vontade de andar de bicicleta! Pelo que, nessa altura, optámos por andar em zonas tipicamente campestres e ela adorava! Anos volvidos a mais nova começou a beneficiar desses passieos e ela pede-nos para sair de casa para passearmos....nem que seja por 10 minutos! E por ela, e pela sua felicidade de andar naquela cadeirinha para o mundo, ali vamos nós!! "força mamã"!

Mas percebo o que dizes sobre o peso....também é o pai que a leva....eu levo às vezes mas é muito mais difícil e o pai pedala com mais entusiasmo e tudo, com ela atrás! E a incentivar: "Força, vamos ganhar à mãe!"

Cadeirinha à frente não! Parece-me sempre que a miuda vai participar num salto mortal de bicicleta!

Atrelado parece-me óptimo mas é preciso espaço para o guardar!

O importante é ir, em segurança! E tão agradável passeios ao ar livre! Mesmo em dias frios, desde que não chova!!
carla pires a 10 de Novembro de 2014 às 00:16

Estou a imaginar a mais nova!!:)
maisumamae a 10 de Novembro de 2014 às 15:30

Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO