Maisumamãe
 

10 Novembro 2014

Parece-me que os/as especialistas do sono estão na moda. Aqueles que ensinam aos pais o que devem fazer, para que um bebé durma a noite inteira.

 

Mas porque é que agora se treinam bebés para dormir? Porque os pais andam muito cansados, cheios de trabalho, sem tempo e já não sabem o que fazer. Sim é verdade, estamos com esse problema. Mas então o problema não está no bebé que não dorme a noite toda. O problema está nos pais que, andam cansados, com muito trabalho e sem tempo. E se o problema está ai, então para esse se deve arranjar métodos e fórmulas mágicas (bem se precisa, se existirem!). E não para os nossos bebés que precisam é de viver os seus ritmos de sono naturalmente.

Pessoalmente considero que os métodos indicados por estes “especialistas” não são os mais adequados. Estes dois textos falam sobre a importância de seguirmos o nosso instinto, respeitarmos e escutarmos o nosso bebé. Com isto sim concordo!

 

Sono: o que pode acontecer quando se “treina” um bebé?

http://lifestyle.sapo.pt/familia/bebe/artigos/sono-o-que-pode-acontecer-quando-se-treina-um-bebe?artigo-completo=sim 

 

Treino de sono: Vale tudo para o bebé dormir mais horas?

http://lifestyle.sapo.pt/familia/bebe/artigos/treino-de-sono-vale-tudo-para-o-bebe-dormir-mais-horas

 

Textos de Constança Ferreira, Terapeuta de Bebés e Mariana Cordeiro Ferreira, Psicóloga Clínica

 

Deixo também a referência de dois livros que considero importante lermos, se estivermos à procura de bibliografia que nos ajude a compreender melhor o sono dos nossos bebés e a percebermos a importância de deixarmos as fases de desenvolvimento e crescimento seguirem o seu rumo normal e natural.

 

Rosa Jové – “Dormir sin lágrimas”

http://www.casadellibro.com/ebook-dormir-sin-lagrimas-ebook/9788499705651/1996087

 

Rosa Jové

 

 

Carlos González – “Bésame Mucho”

http://www.fnac.pt/Besame-Mucho-Carlos-Gonzalez/a702588

 

BésameMucho

 

É sempre bom lembrar que tudo passa por várias fases, umas mais cansativas que outras é certo, mas que fazem parte de uma maternidade/paternidade consciente.

 

 

publicado por maisumamae às 15:55

Olá Cátia! Li o teu post e é sempre bom ter outras perspectivas e opiniões sobre temas que me dizem tanto respeito, agora que sou mãe, mas na verdade, não consegui ler todos os artigos que aconselhaste por uma razão: já não aguento tanta teorização sobre a educação dos nossos filhos.
Ainda assim, tenho uma opinião: o sono é algo de muito precioso e benéfico para o ser humano e ainda mais o sono contínuo.
Dormir bem é ganhar saúde.
Penso que aqui não se trata só de dar uma boa noite aos pais que, para mim, é imprescindível em vários aspectos. Aliás, pais saudáveis, bem dispostos e com energia são essenciais para conseguirem dar toda a atenção, disponibilidade mental e fisica, e paciência que uma criança precisa.
Quanto à criança penso que esta não só precisa de um bom ciclo de sono como, também, de aprender a respeitar horários e espaços: o dela e o dos pais.
Tudo isto para dizer que não concordo que se deixe uma criança a chorar 1h para tentar fazer com que ela durma uma noite inteira mas que os pais devem tentar compreender o porquê de ela não conseguir dormir uma noite inteira a partir de uma certa idade e encontrar formas saudáveis de proporcionar uma noite de sono saudável.
Sara Santana a 12 de Novembro de 2014 às 20:08

Oi Sara obrigada pelo teu comentário!
Quando li que estavas farta de tanta teorização sobre a educação dos nossos filhos, pensei precisamente o mesmo! Quase todos os dias, chegam-nos mais informações, textos, novas opiniões etc. Quanto a isso, tomei uma opção que foi seleccionar muito bem, a informação que me chega aos "olhos". Deixei de ler tudo o que aparece sobre bebés/crianças e sou bastante selectiva.
Quanto ao sono, também concordo que uma boa noite de sono para pais e crianças é o melhor e mais saudável para todos. O que não concordo é que se faça do sono do bebé um problema (quando a maior parte das vezes não é) e depois venham especialistas salvar pais e bebés com métodos para esquecer.
Alguns desses métodos:
- o famoso deixar chorar (não falo de deixar chorar sozinho tempos intermináveis, pois isso acredito que já não haja muitos pais a fazerem), mas sim deixar chorar segundo tabelas de tempo - 5 minutos depois aumenta para 10 minutos etc. e isso sim há pais que fazem, pois consideram uma aprendizagem. Eu cheguei a fazer isso (deixar chorar por pequenos ciclos de tempo) UMA NOITE, quando a Gaby era mais pequena. Foi o que me aconselharam e na altura, com poucos conhecimentos sobre os ciclos naturais de sono do bebé achei que podia fazer sentido. Fiz apenas naquela noite e jurei para nunca mais.
- Bebé vomitou de tanto chorar: "se o bebé durante a birra de choro para não dormir vomitar, explique-lhe que vai dormir sobre o vomitado hoje!"
- E mais uns quantos métodos que há por ai
Mas à parte dos métodos que podem ser mais ou menos pesados ou mais suaves e que até dão resultado, o que percebi é que os bebés têm o seu ritmo de sono e que com o tempo passam a dormir mais horas (aqueles que dormem menos horas do que o esperado para a sua idade) e que isso é um processo natural e que não precisa de especialistas para ajudar. A menos que sejam patologias de saúde...Olha não sei Sara, acho que quem passa pelas situações é que sabe o que melhor fazer (ou não) pelo que nunca critico opções dos pais que amam os seus filhos, mas tenho pena é de a informação correcta não chegar a todos os pais...Beijinhos:)
maisumamae a 21 de Novembro de 2014 às 11:36

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

8 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO