Maisumamãe
 

23 Janeiro 2017

Bolo de laranja (sem glúten, sem lactose)

 

Ingredientes

250g de farinha de arroz

1 c.sopa de fermento em pó

1c.café de bicarbonato de sódio em pó

2 c.sopa de linhaça triturada (pode substituir por 3 ovos)

3 c.sopa de mel (pode substituir por açúcar mascavado)

1 pitada de sal

300g de sumo de laranja natural (faço a medição na balança da bimby)

60g de azeite (faço a medição na balança da bimby)

 

Mãos-à-obra:

1) Colocar todos os ingredientes na liquidificadora/bimby, com excepção do fermento e o bicarbonato

2) Colocar depois estes dois e misturar, sem bater

3) Colocar numa forma untada com azeite

4) Levar ao forno pré-aquecido durante cerca de 40min

5) Confirmar se está pronto fazendo o teste do palito.

 

Inspirei-me para esta receita aqui, mas não resisti em fazer algumas alterações e acabei por criar uma nova receita. Mas a primeira vez que fiz um bolo com farinha de arroz, ficou muito seco. Ao “inventar”, coloquei mais farinha de arroz do que aquela indicada na receita, na altura pareceu-me pouca farinha e pumba coloquei mais um bocadinho. Ficou tão seco e duro que até doía! Por vezes as receitas correm bem, outras vezes nem por isso. Mas vale a pena criar!

 

Truques e dicas para este bolo:

Colocando mais farinha de arroz, é necessário acrescentar mais líquido

Para esta receita fiz com arroz branco que triturei na bimby, mas há farinha de arroz à venda. Também pode ser com arroz integral triturado na bimby ou numa trituradora de grãos ou farinha de arroz integral de compra

Triturei 300g de grãos de arroz na bimby, 1min30seg, na vel 9. Não convém triturar uma grande quantidade de arroz de uma vez, senão a farinha não fica tão fininha

O bicarbonato de sódio ajuda a que o bolo fique mais fofo, mas este não substitui o fermento

Este bolo não tem glúten, logo pode ficar menos leve e menos fofo que os outros. O bicarbonato de sódio - que usei nesta receita, o psyllium, o limão e a goma xantana ajudam

O psyllium vende-se no celeiro, há um da marca biosama natural e biológico

A goma xantana também há à venda no celeiro, “é um espessante, sem glúten e sem trigo, que melhora a consistência de preparações (massas, molhos, etc.). Reduz o esfarelar das massas sem glúten, melhorando por exemplo, a consistência do pão sem glúten, pois atua como agente ligante”.

 

Farinha Arroz (1).JPG

 

Farinha Arroz (2).JPG

 

Farinha de arroz triturada na bimby.

As belas das laranjas para o sumo, apanhadas por nós em Abrantes, aka biológicas! 

 


12 Janeiro 2017

Que tal começar o ano, com bolos saudáveis? Hoje há imensas ideias para fazer quase todo o tipo de bolos. Bolos sem açúcar, bolos integrais, bolos vegan, bolos sem farinha (sem glúten, óptimos para celíacos), bolos sem gordura. Após algumas pesquisas por esse mundo da internet, encontrei algumas receitas aqui e ali. Adaptei-as, fiz umas quantas alterações, coloquei a massa no forno ou na varoma, provei e gostei.

Deixo-vos com uma receita por dia, para experimentarem, alterarem, provarem e verem se gostam!

 

Chiffon de Alfarroba - sem açúcar adicionado

Cozido a vapor na varoma

Versão adaptada do Mundo das Receitas Bimby

 

Ingredientes

4 ovos

100g de tâmaras secas trituradas em farinha

50g de azeite

100g de leite de aveia

100g de farinha de trigo

200g de farinha integral

2 c.chá de fermento

20g de farinha de alfarroba

 

Mãos-à-obra:

1) Colocar no copo a borboleta, os ovos, o azeite, as tâmaras, o leite vegetal, a alfarroba e programar 6min/37º/vel3

2) De seguida mais 3min/vel3

3) Juntar a farinha, o fermento e programar 15seg/vel3

4) Colocar numa forma untada com azeite e polvilhada com farinha integral

5) Tapar a forma com papel de alumínio e fazer pequenos furos à volta da mesma

6) Colocar na varoma 3 garfos de sobremesa, em forma de cruz

7) Colocar a forma dentro da varoma em cima dos garfos

8) Tapar a varoma com a tampa e colocar papel de alumínio à volta

9) Fazer uns cortes laterais no alumínio, para deixar sair o vapor que entretanto será libertado

10) Colocar 1 litro de água no copo limpo, a varoma e programar 60min/varoma/vel1

11) Retirar a varoma, o alumínio com cuidado para não se queimar e desenformar o bolo

12) E como este em concreto era bolo de festa, coloquei-lhe uma cobertura de chocolate, que fiz com um chocolate 70% da Lindt que gosto muito.

 

Grandes alterações nos ingredientes em relação à receita original, mas que correram muito bem:

Reduzir para menos de metade as quantidades de açúcar e azeite (a receita original é com óleo);

Substituir chocolate em pó por farinha de alfarroba. Coloquei pouca alfarroba para não ficar muito escuro. E queria que este bolo ficasse simples, pois era para levar para a escola da Gaby, para festejar o seu aniversário. Por norma quando faço este bolo cá para casa, coloco 40g de farinha de alfarroba;

Misturar farinha de trigo com farinha integral, colocando mais integral do que de trigo. Por vezes faço apenas com farinha integral;

Substituir água por leite vegetal caseiro. Também pode ser com leite vegetal de compra.

Substituir o açúcar pelas tâmaras. Por vezes faço com açúcar mascavado. Descobri esta forma de substituir o açúcar neste blog Patricia is cooking e fiquei maravilhada. Comprei as tâmaras secas numa loja no Centro Comercial do Martim Moniz e vim para casa toda entusiasmada, triturá-las na bimby.

Como fiz?

Tive que cortá-las primeiro ao meio para tirar o caroço. Deve haver também à venda sem caroço

Coloquei na bimby e triturei na vel9.

Não ficaram com um ar bem seco, estilo farinha, mas para a próxima coloco-os um pouco no forno para tostarem e depois trituro.

 

Dicas para este bolo:

A varoma deve estar bem coberta com o alumínio

A forma não precisa assentar no fundo, aliás não convém para o ar poder circular

Uma forma sem buraco, pode demorar mais tempo a cozer. Quando faço na forma sem buraco por vezes tenho que colocar mais uns 20minutos. Assim coloco mais água no copo, não esquecer.

Também se pode fazer em formas de silicone

Se fizer este chiffon sem se de chocolate ou alfarroba, por exemplo se fizer de laranja ou simples, ficam com um ar mais “pálido” por ser cozido a vapor. Pode fazer uma cobertura simples e colocar por cima, ou colocar um pouco no forno para ganhar cor por cima

A grande diferença em fazer um bolo a vapor na varoma ou no forno. Na varoma ficam mais altos, fofos e mais claros se for simples. No forno ficam com mais cor, talvez menos fofos (há bolos de forno que ficam bem fofinhos também!).

 

CIMG0778.JPG

Descarocei as tâmaras secas

 

CIMG0782.JPG

Ficaram assim

 

 

CIMG0003.JPG

Três garfinhos no fundo da varoma, para deixar o ar circular

 

AniGaby16 (2).JPG

Bolo a cozer na varoma

 

AniGaby16 (12).JPG

AniGaby16 (11).JPG

A miúda só vê Frozen à frente 

 

 


Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO